Comunidade Banco do Planeta

Conferindo.. Meu filho chupa Chupeta

Conferindo.. Meu filho chupa Chupeta

“A criança é como um filtro: assimila a tranqüilidade do lar com a mesma facilidade que absorve os conflitos”

Para o bebê a boca é tanto zona de alimentação como de conhecimento e percepção de sensações. Para o bebê tanto faz por na boca qualquer objeto, mãos, pés ou chupeta, a estimulação dos lábios é o que lhe agrada.

Conferindo.. A chupeta serve para a tranqüilidade dos bebês ou sossego dos pais?A chupeta evita que os bebês chupem o dedinho?

A chupeta não acarreta nem bem nem mal. Como fonte de boas sensações pode ser utilizada até um ano de idade. Entre a chupeta e os dedinhos, alguns especialistas consideram melhor o uso da chupeta, pois mais tarde se distancia da criança por ser um objeto. O dedinho “faz parte da criança.”

Não se deve esquecer que a chupeta pode se tornar grande veículo transmissor de doenças, principalmente quando mães adicionam açúcar na chupeta. Atraem insetos e o açúcar pode causar desarranjos intestinais prejudicando a futura dentição do bebê.

O choro contínuo do bebê faz com que a chupeta se torne uma opção mais imediata para os pais, mas deve-se identificar realmente o motivo do choro ou consultar eventualmente o pediatra.

Fatores de Análise quanto ao uso da chupeta

ü Duração – se não ultrapassa de dois a três anos de idade

ü Freqüência – se o uso é só para dormir, dia inteiro ou para acalmar em momentos de aflição do bebê.

Não se pode, no entanto, achar que a chupeta significa rejeição, pois existe bebê com grande necessidade da chupeta, mesmo recebendo muito afeto e atenção. Neste caso usa-se o bom senso, um recurso temporário, contribuindo sempre para o bem – estar e desenvolvimento psíquico da criança.

Muitos conhecem o típico caso de mães aflitas que vivem comprando várias chupetas, para compensarem as perdidas ou usando fervuras contínuas. Neste momento, deve – se analisar, pois à medida que a criança cresce, tende a perder o interesse pela chupeta e usar outros meios para se relacionar com o meio em que vive. Senão, conseqüências virão como:

ü Má erupção dentária

ü Deglutição anormal

ü Respiração bucal

ü Má articulação dentária

Considerando que a criança já esteja habituada à chupeta, seu abandono deverá ser gradual. Deve – se evitar que a criança carregue a chupeta no pescoço. Usar apenas à noite, diminuindo a freqüência. As distrações do dia farão com que a criança se esqueça da chupeta podendo devolvê – la em momentos de muita solicitação.

Chupar chupeta quase sempre indica uma ausência, portanto, vale continuar o hábito até que o distúrbio seja descoberto e solucionado.

Pesquise as causas, pode ser brigas na família, nascimento de um irmãozinho ou mudança de ambiente. Com muita calma, chega-se a um bom resultado, pois forçar o abandono é prejudicial, tanto se for feito com autoritarismo ou em forma de comparações como: “seu irmãozinho é mais novo e não usa mais chupeta” (humilhação). Com muito Amor e Afeição podemos atingir um bom desenvolvimento físico e psíquico da criança.

“É pelo gesto que a criança exprime sua chama interior.” (Lenval)

..conferindo..(MAC)

Exibições: 56

Tags: chupa, chupeta, filho, meu

Comentar

Você precisa ser um membro de Comunidade Banco do Planeta para adicionar comentários!

Entrar em Comunidade Banco do Planeta

© 2014   Criado por Moderador da Comunidade.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço